Arquivo de Janeiro, 2010

4 patas…

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/29 by António J. S.

Tu e eu temos de permeio
a rebeldia que desassossega,
a matéria compulsiva dos sentidos.
Que ninguém nos dome,
que ninguém tente
reduzir-nos ao silêncio branco da cinza,
pois nós temos fôlegos largos
de vento e de névoa
para de novo nos erguermos
e, sobre o desconsolo dos escombros,
formarmos o salto
que leva à glória ou à morte,
conforme a harmonia dos astros
e a regra elementar do destino.
José Jorge Letria, in “Animália Odes aos Bichos”

aceda aqui às 36 fotografias…

43 acasos…

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/28 by António J. S.

aceda aqui às 43 fotografias…
aguarde alguns momentos para que as fotografias sejam lidas…

outros mumentus ISDE 2009…

Posted in mumentus with tags , , , on 2010/01/27 by António J. S.

aceder aqui às 59 fotografias…

mumentus de outono i…

Posted in mumentus with tags , , , , , on 2010/01/25 by António J. S.

Eu, quando choro,
não choro eu.
Chora aquilo que nos homens
em todo o tempo sofreu.
As lágrimas são as minhas
mas o choro não é meu…
António Gedeão, Gota de Água, in Movimento Perpétuo

aceder aqui às 47 fotografias…

mumentus na aldeia…

Posted in mumentus with tags , , , , on 2010/01/25 by António J. S.

Ó sino da minha aldeia,
Dolente na tarde calma,
Cada tua badalada
Soa dentro da minha alma.

E é tão lento o teu soar,
Tão como triste da vida,
Que já a primeira pancada
Tem o som de repetida.

Por mais que tanjas perto
Quando passo, sempre errante,
És para mim como um sonho,
Soas-me na alma distante.

A cada pancada tua,
Vibrante no céu aberto,
Sinto mais longe o passado,

Sinto a saudade mais perto.
(Fernando Pessoa, Ó Sino da Minha Aldeia, “in Cancioneiro”)

aceda aqui às 53 fotografias…

abelhas…

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/24 by António J. S.

dizem que a vingança é doce, mas à abelha custa-lhe a vida…

aceda aqui às 31 fotografias…

aguarde alguns momentos para que as fotografias sejam lidas…
controle a velocidade e movimento da apresentação com o “pointer” do rato…

o tal canal…

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/23 by António J. S.

aceda aqui às 48 fotografias…

mumentus nocturnus…

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/22 by António J. S.

Por onde quer que minha alma
navegue, ou ande, ou voe, tudo, tudo
é seu. Que tranquila
em toda a parte, sempre;
agora na alta proa
que em duas pratas abre o azul profundo,
descendo ao fundo ou subindo ao céu!

Oh, que serena a alma
quando se apoderou,
como rainha solitária e pura,
do seu império infindo!
Juan Ramón Jiménez, Nocturno, in
“Diario de Un Poeta Reciencasado”

aceder aqui à colecção…

enfoques e desfoques…

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/21 by António J. S.

aceder aqui à colecção…

aguarde uns instantes para as fografias serem lidas…

mar parte II…

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/19 by António J. S.

Deixa escrever-te, verde mar antigo,
Largo Oceano, velho deus limoso,
Coração sempre lyrico, choroso,
E terno visionario, meu amigo!

Das bandas do poente lamentoso
Quando o vermelho sol vae ter comtigo,
– Nada é mais grande, nobre e doloroso,
Do que tu, – vasto e humido jazigo!

Nada é mais triste, tragico e profundo!
Ninguem te vence ou te venceu no mundo!…
Mas tambem, quem te poude consollar?!

Tu és Força, Arte, Amor, por excellencia! –
E, comtudo, ouve-o aqui, em confidencia;
– A Musica é mais triste inda que o Mar!

António Gomes Leal,  Carta ao Mar, in ‘Claridades do Sul’

aceder aqui à colecção…

mar…

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/19 by António J. S.

 

Junto do mar, que erguia gravemente
A trágica voz rouca, enquanto o vento
Passava como o vôo do pensamento
Que busca e hesita, inquieto e intermitente,

Junto do mar sentei-me tristemente,
Olhando o céu pesado e nevoento,
E interroguei, cismando, esse lamento
Que saía das coisas, vagamente…

Que inquieto desejo vos tortura,
Seres elementares, força obscura?
Em volta de que idéia gravitais?

Mas na imensa extensão, onde se esconde
O Inconsciente imortal, só me responde
Um bramido, um queixume, e nada mais…

Antero de Quental, Oceano Nox, in “Sonetos”

aceder aqui…

ISDE parte II…

Posted in mumentus with tags , , , on 2010/01/18 by António J. S.

aceder aqui…

um clique para destacar a fotografia, outro para a mandar embora…
controle o movimento com o “pointer” do rato…
aguarde alguns momentos para que as fotografias sejam lidas…

rostos…

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/17 by António J. S.

um nome
é um silêncio em grito tecido
na epiderme da memória,
um rosto é o esplendor da luz
que de dentro jorra,
um nome e um rosto
são um poema em construção…
(Alexandre O’Neill)


colecção rostos… aceder aqui

aguarde alguns momentos para que as fotografias sejam carregadas…
clique sobre a fotografia para passar à fotografia seguinte…

cidade da magia…

Posted in mumentus with tags , , , on 2010/01/16 by António J. S.

41 fotografias do festival de magia de Coimbra de 2009…

aguarde alguns momentos para que as fotografias sejam carregadas, clique sobre a fotografia para passar para a seguinte… enquanto persistentemente aparecer a primeira fotografia, é porque ainda não estão todas lidas…  aceda aqui…

borboletas…

Posted in mumentus with tags , , , on 2010/01/14 by António J. S.

bailarinas caleidoscópicas…
as borboletas são insectos fascinantes, as suas curiosidades biológicas e os padrões coloridos que parecem saídos de uma paleta divina não deixam ninguém indiferente… com a chegada da primavera trazem mais vida e cor aos campos e jardins onde não param de nos maravilhar com os seus bailados coloridos…

 aceder aqui…
aguarde cerca de dois minutos para que as imagens sejam carregadas…
controle os movimentos e velocidade com o “pointer” do rato…

mumentu du clique…

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/13 by António J. S.

aceder à série aqui…

instruções:
clique nos cantos superior ou inferior das fotografias para passar de página…

libelinhas…

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/12 by António J. S.

autênticos dragões voadores, estes insectos de vida efémera…
que nos enchem de cor e animação na primavera…
… e no verão…:)

aceder aqui…

10 fotografias…

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/10 by António J. S.

um conjunto de dez fotografias, seis das quais publicadas na revista DP – Arte Fotográfica de Dezembro de 2009, dedicada ao tema Fotojornalismo…

aceder aqui…

Oceanário de Lisboa…

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/10 by António J. S.

algumas fotografias feitas no Oceanário de Lisboa… aceder aqui…

intruções:
controle a velocidade e sentido da rotação com o “pointer” do rato…
aguarde cerca de dois minutos para que as 40 fotografias sejam lidas…

polaroid

Posted in mumentus with tags , , on 2010/01/09 by António J. S.

é o nome de um tipo de plástico que serve para polarizar a luz, patenteado originalmente em 1929…
esse plástico é utilizado em diversos produtos, inclusive óculos de sol, microscópios ópticos e mostradores de cristais líquidos…
a empresa Polaroid Corporation, que fabricava o plástico, fabricou em simultâneo a câmara denominada Polaroid…
a Polaroid, com a chegada das máquinas digitais,  faliu em 2008 e a sua licença foi comprada por US$ 87,6 milhões. A expectativa, segundo o jornal espanhol “El País”, é de que a nova máquina Polaroid chegue às lojas em 2010 com modelos analógicos e digitais…
a agora proprietária da tecnologia Polaroid também irá fabricar consumíveis para as antigas máquinas, que permitirão aos seus donos tirá-las do armário…

pode ver aqui uma colecção de fotografias de clássicos  em tecnologia Polaroid…:)

instruções de utilização:
– duplo click para fazer zoom
– arrume as fotografias arrastando-as com o rato
– passe para a fotografia seguinte, se não quiser usar o duplo clique, clicando sobre os símbolos < ou >, localizados nos cantos inferiores das fotografias…

 

apresentação

Posted in mumentus with tags , , , on 2010/01/08 by António J. S.

disseram-me que neste primeiro “post” deveria apresentar-me, mas não tenho o hábito de falar sobre mim… 

estou longe de ser um fotógrafo ou um bloguista militante, mas vou tentar fazer com que este espaço, a que chamei “mumentus”, reflicta, com alguma dinâmica,  a forma como vou vendo e sentindo o mundo…

a ideia é fazer regularmente algumas publicações únicas ou de séries de fotografias, não propriamente neste blog, mas sim facilmente acedíveis a partir daqui…

para primeira experiência, seleccionei uma série de fotografias sobre o ISDE 2009 que, para quem não conhece, é uma das principais provas de enduro a nível mundial que, pela 2ª vez, desde 1913, foi realizada em Portugal… aceder aqui…